Amor antigo

Amor antigo

Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali.
A princípio não te vi: não soube
que ias comigo,
até que as tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo.

Pablo Neruda

Como é belo ver ou rever um amor antigo florescendo novamente no presente. A vibração magnética que emana desse reencontro é mais saboroso e satisfatório que amores passageiros e vazios da atualidade.

Quem nunca sentiu uma pontada de amor ao se lembrar de um romance vivido na juventude? Quem não queria torná-la de volta com sua pureza, sinceridade e doçura?

Quem não gostaria de revivê-lo, não sabe o que é amor. Amor juvenil revivido na vida adulta é assim: livre, puro e completo. Naturalmente embalado de ternura, afeto e sinceridade. Forte, seguro, firme e carregado de felicidade sem fim.

Um jardim a ser cultivado

amor antigo2

Como um vinho raro armazenado para um momento especial, ele brinda a vida com sabor inigualável, entregando-se a si mesmo num misterioso mundo de delícias.

O frescor de sua presença é capaz de perfumar as esperanças, inundando com os aromas do amor a vida que sempre ansiou por completude.

A força desse amor revivido pode erguer das cinzas vidas vazias e ansiosas por coisas indefiníveis e até inalcançáveis. Trazendo o ouro oculto de homens e mulheres que floresceram nos campos da vida numa primavera instantânea provocada por esse amor renascido.

Ah! Como é bom retornar aos tempos em que a mocidade era a única realidade possível e tal juventude nos permitia pensar que o impossível era apenas um irresistível desafio.

segunda chance

Feliz daquele que se casou com o seu primeiro amor, mais feliz ainda aquele que recebeu da vida uma segunda chance revivendo esse amor com alguns melhoramentos, com a certeza do sentimento, a confiança na felicidade e a releitura dos sinais e o desejo de felicidade para compartilhar.

É na juventude, no início da adolescência, que se desperta para o amor e na vida madura se vê o quanto aquele amor foi especial.

O texto desta semana é dedicado a todos aqueles que buscam o amor de verdade e que descobriram que o amor sempre esteve bem perto o tempo todo através dos tempos.

Cartas de amor

Carlos Drummond Andrade deixa um belíssimo ensinamento no seguinte poema:

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer
seu coração parar de funcionar por alguns segundos,
preste atenção: pode ser a pessoa
mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento,
houver o mesmo brilho intenso entre eles,
fique alerta: pode ser a pessoa que você está
esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo
for apaixonante, e os olhos se encherem
d’água neste momento, perceba:
existe algo mágico entre vocês.

Se o 1º e o último pensamento do seu dia
for essa pessoa, se a vontade de ficar
juntos chegar a apertar o coração, agradeça:
Algo do céu te mandou
um presente divino : O AMOR.

Se um dia tiverem que pedir perdão um
ao outro por algum motivo e, em troca,
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos
e os gestos valerem mais que mil palavras,
entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.

Se por algum motivo você estiver triste,
se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa
sofrer o seu sofrimento, chorar as suas
lágrimas e enxugá-las com ternura, que
coisa maravilhosa: você poderá contar
com ela em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir, em pensamento, sentir
o cheiro da pessoa como
se ela estivesse ali do seu lado…

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda,
mesmo ela estando de pijamas velhos,
chinelos de dedo e cabelos emaranhados…

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo,
ansioso pelo encontro que está marcado para a noite…

Se você não consegue imaginar, de maneira
nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado…

Se você tiver a certeza que vai ver a outra
envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção
que vai continuar sendo louco por ela…

Se você preferir fechar os olhos, antes de ver
a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes
na vida poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.

Às vezes encontram e, por não prestarem atenção
nesses sinais, deixam o amor passar,
sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.

É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem
cego para a melhor coisa da vida: o AMOR !!!

Uma semana cheia de amor para você!!

Visite a nossa página no Facebook: Lei da Atração para o Amor

Envie seu comentário